ISO - 9001 certificado

IR 2020: prepare-se agora para evitar a malha fina



Começa em 2 de março a temporada de envio da declaração do Imposto de Renda pessoa física, referente ao ano de 2019. O prazo termina no dia 30 de abril, mas apesar de ter dois meses pela frente, é importante não deixar para a última hora e já separar toda a documentação, reduzindo as chances de cair na malha fina.

Deve declarar quem teve rendimento igual ou superior a R$ 28.559,70 em 2019, sendo que quem exerce atividade rural deve prestar contas ao fisco caso tenha renda bruta acima de R$ 142.798,50.

Como todo ano, são necessários, por exemplo, reunir os informes de rendimentos, inclusive de investimentos, como aplicação em previdência privada e ações. Na parte de bens, o contribuinte deve incluir informações complementares, como no caso de imóveis, veículos, aeronaves e embarcações. Sobre o imóvel, é necessário incluir a data da aquisição e a inscrição municipal (IPTU), além do registro de inscrição no órgão público e no cartório de imóveis.

Fonte: Jornal Contábil - 21/02/2020